sábado, 10 de maio de 2008

Desenhos


Desenhei uma flor no canto do caderno, e ele, uma caixa. Desenhei um coração, e ele, um triângulo. Desenhei então uma menininha, daquelas de pauzinhos. Ele desenhou uma faca, e sangue na minha bonequinha. Desenhei então, na cara dele, meus dedos abertos. Ele rasgou meu caderno.
* Miniconto publicado na revista "Universo" de nov/2007.

Nenhum comentário: