quarta-feira, 20 de agosto de 2008

antológicos na Zero Hora!!!


Matéria sobre o livro antológicos publicada no caderno Vestibular do jornal Zero Hora:



20 de agosto de 2008 N° 15701

PRESTE ATENÇÃO
Absurdos na vitrina

O absurdo ganhou forma, capa, texto e vai ocupar as prateleiras das livrarias gaúchas em breve. Inspirados pelo tema, que instiga o leitor e o leva a uma surpresa no final da narrativa, nove alunos do curso de Formação de Escritores e Agentes Literários da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) estréiam no mercado literário na próxima terça-feira, um ano antes da formatura.

Com a organização editorial das estudantes Angela Dal Pos, 36 anos, e Kelli Pedroso, 31 anos, o grupo apresenta 18 contos, na segunda edição da coletânea Antológicos. Dessa vez, pela editora Nova Prova e com apoio cultural da Unisinos. O lançamento será na Livraria Cultura, no Bourbon Country, às 19h30min.

O caderno Vestibular conversou com Kelli sobre o projeto.Leia parte da entrevista:

Vestibular – Como surgiu o Antológicos?
Kelli Pedroso – Foi durante a disciplina de produção editorial, da professora Caroline Chang. Conhecemos o processo de elaboração de um livro, desde a produção dos originais até a impressão da obra. A primeira edição do livro foi independente, com 14 histórias de sete colegas. Produzimos 133 exemplares para familiares e amigos. As pessoas gostaram, queriam comprar e não tínhamos mais livros. Então, decidimos apostar na segunda edição.

Vestibular – Por que o tema absurdo?
Kelli – Queríamos algo diferente, surpreender o leitor. Os textos com esse tema dão a entender uma coisa, mas o leitor leva um choque no final. No romance, toca o telefone e tu podes atender e voltar à leitura. O conto prende o leitor até o fim.

Vestibular – O que foi preciso para chegar à editora?
Kelli – Ir atrás. Além de contista, sou jornalista e decidi coordenar o projeto. A turma estava um pouco parada. Chamei a Angela, que é também promotora de Justiça, e ela aceitou. Publicar o absurdo é difícil, mas acabou sendo um diferencial. Muitas editoras nem me responderam. Demorou, mas conseguimos.

Vestibular – O que mudou agora?
Kelli – A obra foi ampliada. Reunimos oito autores da segunda turma do curso e uma colega formada no curso de Letras da Unisinos. Está tudo melhor, o papel, o formato. As orelhas são de Fabrício Carpinejar e, na quarta capa, há comentários de Tabajara Ruas e Altair Martins. Ficou muito bom. São 105 páginas e vamos ter mil cópias distribuídas no Estado.

Vestibular – Quais são os planos para o mercado?
Kelli – Depois do lançamento em Porto Alegre, vamos divulgar em outras cidades com bate-papo informal. Em setembro, vamos para Caxias do Sul falar sobre a produção. O agenciamento literário é um novo caminho.




















Para conferir a versão on-line, clique no link abaixo:
http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default2.jspuf=1&local=1&source=a2128550.xml&template=3898.dwt&edition=10516

2 comentários:

Carla Goulart disse...

Karen !

Mais uma vez Parabéns !

E o RS mostrando que tem ótimos escritores :-)

Sempre em frente !

Abraço,

Carla

Karen Drago disse...

Carla! Obrigadaaaaa!!!