quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Desdém


Teu olhar.
Sabe o que ele faz comigo?
Me desconserta!
Mas não só isso, ele também me faz dar um mergulho pra dentro de mim.
Sim, pra dentro de meus anseios.
Porque se pudesse,mergulhava nos teus braços, teus abraços.
Situação injusta que nos mantém assim.
Eu, querendo.
Tu, desmerecendo.

6 comentários:

phardesigner disse...

Andou lendo Dom casmurro neh :P
parece aquela parte em que ele relata que ela olhava pro chão, mas na verdade estava olhando no fundo de sua propria alma...
enquanto ele realmente só olhava pro chão...

da pra sentir, no teu texto, que ele não consegue perceber a profundidade das ações... ele vê só o funcional

Karen Drago disse...

Ahm... não li Dom Casmurro não! :P

phardesigner disse...

te peguei!!então tu anda vendo as miniséries da globo:P dale captu hsuahsua

Karen Drago disse...

Hahahaha! NÃÃÃÃOOOOO!!!!
Eu não assisti nada! Tô esperando vir pra DVD! Hehehehe!

Marcos disse...

Olá Karen,

De fato, na vida parece que tudo relacionamento a sentimento não é suficientemente pereito como poderia (e deveria!) ser...

Ótimo trabalho. Vou colocar nos meus favoritos aqui, ok?

Anônimo disse...

Bem, não sei se me comentário vai ser assim tão profundo...gostei muito pq me identifiquei, tem meu jeito sabe? eheh Muito 10!!