sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Assuntos de sexta-feira 13!


Nêga - bichoderua.org.br


As duas notícias partem da Zero Hora:
 
1- Finalmente se concretizou o óbvio: Fabrício Carpinejar e Cláudia Tajes são oficialmente colunistas da ZH.

Eles são pops e bem quistos por muitos e estão sempre envolvidos com os meios de comunicação. Ambos são louquinhos a sua forma e possuem grande carisma. Foram se chegando às páginas da ZH e quando surgiram, eu e as amigas escritoras já comentamos: "Questão de tempo!". E o tempo é agora: anunciados na sexta-feira 13! Boa sorte Fabro e Claudinha!


2- Polêmica envolvendo a escritora gaúcha Monique Revillion!

Monique teve seu conto selecionado pelo Ministério da Educação para fazer parte de livros destinados a escolas públicas. 11 mil obras distribuídas pelo MEC depois, é que foram surgir críticas ao teor do texto.

“– O conto é inapropriado pela grande carga de violência e erotização – diz a psicopedagoga Maria Irene Maluf à Folha.” (Maluf, Maluf... humm, tá!).

Sim, acho que vou cuidar muito o que meus filhos lêem. Mas achar que um conto que fala sobre violência sexual e assassinato é demais para os jovens, aí existe um ledo engano. Primeiro pela hipocrisia: seu filho já sabe coisas que você nem imagina, acredite. Depois, que assim como toda forma de literatura que se escolha para este público (digo “que se escolha”, pois a literatura surge na maior parte das vezes da necessidade criativa do escritor e não para agradar um público específico), é feita para despertar questionamentos, provocar reflexão. 

E você, o que acha?

Para ler as matérias: 
Fabrício e Cláudia
Monique


Boa sexta-feira 13 e, por favor, os gatos pretos não tem nada que ver com esta bobagem. Se passar por um, faça um carinho ou deixe-o em paz. Por falar, a gata da foto é a Nêga. Ela está esperando por adoção no site do Bicho de Rua. Que tal um gatinho?

Um comentário:

Kelli Pedroso disse...

Adorei a notícia de que o Fabrício e a Cláudia serão colunistas permanentes de Zero Hora. Pena que a alternância vai se dar com o L.F.V.